FANDOM


Principal

O Exterminador da Cyberdyne Systems Modelo 101 Série 800 foi mandado pela Skynet no ano 2029 para Los Angeles em 1984 para matar Sarah Connor, a futura mãe de John Connor, o líder da futura Resistência humana. Foi o primeiro dos Infiltradores mandados em missões de assassinato pela Skynet, e é provavelmente a unidade Exterminador mais significante pois ele sem querer fez que Skynet fosse criada em sua jornada pelo tempo, assim como Kyle Reese fez John Connor nascer em sua jornada.

HistóriaEditar

O Exterminador do FuturoEditar

Após sair da Esfera de Deslocamento Temporal, às 1:52 AM em 12 de Maio de 1984 no Observatório Griffith, o nu Exterminador encontra três punks andando pela rua e manda que eles entreguem sua roupa, matando dois deles quando eles respondem agressivamente. Algum tempo depois, nas primeiras horas da manhã, ele vai até uma loja de armas para adquirir algumas para sua missão, matando o proprietário da loja para pegar a munição. O Exterminador então checa uma lista telefônica para uma lista de Sarah Connors, encontrando três. Ele então mata Sarah Ann Connor e Sarah Louise Connor, antes de encontrar seu alvo correto - Sarah Jeanette Connor - em Tech Noir. O Exterminador quase consegue matá-la, mas Kyle Reese, um soldado mandado por John Connor do futuro para proteger Sarah do Exterminador no passado - ajuda Sarah a escapar.

Uma perseguição começa e o Exterminador se fere numa batida de carro, danificando seu braço e olho esquerdo. Após remover o olho falso (expondo o olho cibernético por baixo), o Exterminador usa óculos de sol para esconder seu olho cibernético e continuar passando como humano. Armado com um rifle e uma espingarda, ele então vai até a estação de polícia para exterminar Sarah, e enquanto ele começa um tiroteio que matou dezenas de policiais, ele não consegue eliminar Sarah antes que ela escape com Kyle.

O Exterminador então vai atrás da mãe de Sarah e a mata, e enquanto finge ser ela pelo telefone, ele consegue que Sarah revele sua localização no Motel Tiki; mas os dois escapam novamente. O Exterminador então os persegue em alta velocidade numa moto através de um túnel. e então tenta atropelar Sarah com um caminhão, enquanto Kyle usa uma bomba caseira para destruí-lo. Porém, enquanto o caminhão foi destruído, o Exterminador sobrevive; sua pele foi toda destruída pelo fogo, mas seu endoesqueleto sobreviveu e continuou funcionando, apenas com a perna esquerda danificada.

O Exterminador segue Kyle e Sarah até uma fábrica, onde Kyle tenta explodí-lo e morre no processo; embora a explosão consegue danificar ainda mais o Exterminador ao explodir suas pernas, pélvis e mão esquerda, seu endoesqueleto da cintura pra cima ainda sobreviveu e continua a engatinhar através da fábrica atrás de Sarah. Sarah consegue prender o Exterminador e ativar uma prensa hidráulica bem na hora que ele ia enforcá-la até a morte; a prensa esmaga o Exterminador até que é finalmente destruído, deixando apenas o braço que ele tentou enforcar Sarah.[1]

O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento FinalEditar

Embora o T-800 tenha sido exterminado, seu braço e seu chip CPU sobreviveram a prensa hidráulica, e foram recuperadas pela Cyberdyne Systems. Dr. Miles Bennet Dyson, um cientista em cibernéticas e empregado da Cyberdyne, foi incumbido em criar um novo processador neural destes dois pedaços desconhecidos de tecnologia avançada.

Miles estudou os processadores e foi capaz de criar um revolucionário novo tipo de sistemas automáticos, uma forma mais avançada de inteligência artificial fazendo outros sistemas de computador obsoletos. O projeto eventualmente chegou ao ponto onde ele quase completou um protótipo do processador. Da mesma maneira que a entrada de Kyle Reese na linha do tempo originou o nascimento de John Connor, a introdução dos restos do Exterminador originaram e aceleraram a criação da Skynet, introduzindo outro futuro alternativo em torno de um paradoxo de predestinação.

O braço do Exterminador e a CPU foram roubadas da Cyberdyne por John Connor, 10 anos de idade, sua mãe Sarah, e outro T-800 que foi reprogramado pela Resistência. Eles então destruiram os dois pedaços do Exterminador jogando-o em metal derretido, numa tentativa de mudar o futuro e eliminar Skynet de uma vez por todas.[2]

PersonalidadeEditar

Em comparação aos outros Exterminadores, que exibiram apego emocional, frustração, choque, medo, e senso de humor, o primeiro T-800 era extremamente sem emoção, frio, violento, e impiedoso. Ele quase não mostrou expressões faciais além de uma expressão vazia, e apenas falou quando precisava de informação ou quando precisava passar por despercebido. O T-800 parece ter um problema de atitude, tendendo a jogar fisicamente os outros para fora de seu caminho. O T-800 também era brutal e completamente impiedoso, e rapidamente matava os outros que não cooperavam com seus planos e pedidos. Como a maioria dos Exterminadores, o primeiro T-800 era obstinado e desumanamente implacável para completar a sua missão a todo custo, mesmo ao ponto que ele continuou sua perseguição a Sarah Connor sem desistir, mesmo quando perdeu sua pele e pernas no processo.

Apesar de sua personalidade quase nula, o Exterminador ainda possui informação social suficiente para calcular qual é a melhor resposta verbal para tirar atenção desnecessária. Ele também é inteligente e engenhoso o suficiente para calcular vários métodos de procurar e/ou matar Sarah Connor; de perseguir e matar todas as Sarah Connors na lista telefônica, a personificar a mãe de Sarah no telefone para obter sua localização, e tentar atropelar Sarah com um caminhão.

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.